Let it be, negro spiritual

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Aretha Franklin 
"Ela parecia estar em paz no sonho dizendo: Tudo ficará bem, não se preocupe, pois tudo se acertará. Eu não me lembro se ela usou a frase Let it be (deixa estar) mas era o sentido do seu conselho. Eu me senti muito abençoado por ter tido aquele sonho. E comecei a canção literalmente com a frase Mother Mary. A canção é baseada naquele sonho”.

Mother Mary era Mary McCartney, a mãe de Paul McCartney, quem revelou assim qual foi sua inspiração para escrever e compor Let it be, uma das músicas mais representativas de The Beatles que, mesmo que a publicação saiu com a assinatura de John Lennon-Paul McCartney, em verdade a autoria é inteiramente de Paul. 

Como a canção cita Mother Mary comes to me (Mãe Maria vem pra mim), tem quem achou que trata-se de uma prece católica ou cristã pedindo à Virgem Maria. O próprio Paul contemporiza: “Ave Maria ou Mãe Maria, se torna uma coisa religiosa e você pode tomar desse jeito. Eu não me importo. Eu fico feliz se as pessoas tomarem para alimentar sua fé. Não tenho problema com isso. Acho importante ter fé na vida, principalmente no mundo que vivemos".

Let it be tem, sem dúvida, um ar espiritual. Por uma parte, a música soa no piano como aquelas que soam nos órgãos dos templos religiosos e por outra parte a letra tem um claro chamado a andar com fé no trabalho misterioso da vida, sugerindo uma atitude confiante à espera da luz que chegará no momento certo para iluminar todas as escuridões humanas.

Tal vez por isso, o Grande Espírito que tudo o anima tenha decidido que a primeira gravação de Let it be a ser lançada no mundo, até mesmo antes da versão dos Beatles, fosse um cover de Aretha Franklin, em janeiro de 1970. A versão da Rainha do Soul tem mesmo uma  clara expressão espiritual. Soa a música de escravos negros, ao ritmo conhecido como negro spiritual. E, por isso, consegue ser uma das melhores versões de Let it be, pois o conteúdo e a interpretação se abraçam em total harmonia. Confira. 



_______________________________________________________________
Gostaria de fazer um COMENTÁRIO?... clique abaixo no link, escreva e mande.

Pensar en nada

sábado, 5 de setembro de 2015



"El pensamiento 
es una fabricación 
que interpone un filtro 
entre nosotros 
y la experiencia directa". 


_______________________________________________________________
Gostaria de fazer um COMENTÁRIO?... clique abaixo no link, escreva e mande.